Diario de Pernambuco


Clube da cinquentinha
Eric Ferreira
Especial para o Diario
ericferreira.pe@dabr.com.br
Recife, quinta-feira, 7 de julho de 2011
Associação Pernambucana dos Usuários de Ciclomotores (Apuc) irá oferecer cursos sobre legislação de trânsito e pilotagem
Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Comente a matéria Imprimir


Existem cerca de 33 mil donos do modelo de 50 cc em
Pernambuco. Imagem: BRAVAX/DIVULGACAO
Pegar ônibus lotado. Esse é o pesadelo de muita gente. Como saída, os recifenses estão optanto pelo caminho barato e rápido dos ciclomotores de até 50 cilindradas, conhecidos como “cinquentinhas”. Com a intenção de auxiliar o grupo crescente de pilotos desse tipo de veículo, foi criada a Associação Pernambucana dos Usuários de Ciclomotores (Apuc).

Segundo o presidente da associação, Léo Toscano, existem em torno de 33 mil donos de cinquentinhas em Pernambuco. Eles sofrem com a falta de orientação sobre as leis de trânsito e técnicas de pilotagem. “Por isso, vamos oferecer cursos e palestras. Queremos que acidentes sejam evitados. Além disso, também faremos parcerias com revendas e lojas de motopeças, para que os condutores ganhem descontos”, diz. A Apuc também pretende estabelecer convênios com farmácias, consultórios médicos e odontológicos para que os participantes da associação possam ter acesso a esses serviços mais facilmente.

O dirigente da instituição afirma que o aumento de usuários da cinquentinha se deve a uma questão de praticidade. “Muitas vezes, um ciclomotor é tudo na vida de uma pessoa. Ele também pode ser usado para trabalho e, no final do mês, sai até mais barato do que o vale transporte. Quem acorda às 6h para pegar o ônibus, agora pode acordar às 7h”.

O presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Pernambuco, Rinaldo Tavares, aprova a iniciativa e também acredita que já estava na hora das cinquentinhas terem uma representação oficial. “Ajudei a construir o estatuto da Apuc para que o usuário fosse beneficiado da melhor maneira possível”.

A associação pretende crescer. De acordo com Toscano, a experiência no Recife está sendo encarada como um laboratório. A intenção é levar a ideia para outras cidades do estado a partir de setembro. E depois para o resto do Brasil. A instituição já possui 1.200 membros e pretende terminar o ano com 4.000 integrantes. Quem desejar se tornar um associado deve morar em Pernambuco, ter mais de 18 anos e ir até a sede da Apuc portando cópia da carteira de identidade e duas fotos 3x4. A taxa de inscrição é R$ 20 e a mensalidade, R$ 10.

Serviço

Associação Pernambucana dos Usuários de Ciclomotores (Apuc)
Endereço: Avenida Bernardo Vieira de Melo, 1.472, sala 205, Piedade
Para se tornar sócio: morar em Pernambuco, ter mais de 18 anos, cópia da carteira de identidade e duas fotos 3x4
Inscrição: R$ 20
Mensalidade R$ 10

Saiba mais

 941 cinquentinhas emplacadas em Pernambuco desde o início do emplacamento, em janeiro de 2011

Atualmente, uma ação judicial está impedindo que os órgãos fiscalizem o licenciamentos das cinquentinhas

Vale ressaltar que, para pilotar ciclomotores, é preciso ter habilitação tipo A ou ACC (Autorização de Circulação de Ciclomotores)

O dono de cinquentinha emplacada pode registrar queixa em caso de roubo ou acidente, já que existe cadastro no Detran-PE. Além disso, ele também terá direito a receber indenização de R$ 13.500 no caso de acidentes com vítima fatal ou invalidez permanente.

Fonte: Assessoria de imprensa Detran-PE






Galeria de imagens


Admite-seLugar Certo
Edição do dia
Diario de Pernambuco - Clique na imagem para vê-la maior
Anteriores
Selecione a data do Diario que você deseja visualizar