Diario de Pernambuco


Literatura
Recife, sábado, 3 de março de 2012
Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Comente a matéria Imprimir


Lançamentos //

Através do espelho
Com tradução do cineasta Jorge Furtado, o volume traz a segunda parte da célebre saga de Alice no País das Maravilhas. Movida pela sede de aventuras, a menina atravessa o vidro e se depara com um mundo novo, no qual as peças de xadrez agem como pessoas reais. Entre as fantasias presentes na narrativa estão flores falantes, rainhas brancas e pretas e um ovo que prefere presentes de “desarniversário”.
Alice através do espelho, de Lewis Carroll. Editora Alfaguara, 200 páginas, R$ 39,90

Mel e fel
Em tom confessional, Irene nos fala de sua paixão por Antônio, um primo do interior considerado insuficiente para uma mulher de seu nível. A personagem conta ainda de seu relacionamento com Pablo, um professor universitário argentino. Antônio, por sua vez, mantém uma fidelidade canina à mulher, em meio a lembranças fugidias. Já Pablo se revela um homem do mundo, rodeado de mulheres.
Bocas de mel e fel, de Nilza Rezende. Editora Record, 128 páginas, R$ 29,00

Convite esquisito
Numa manhã tranquila e monótona no vilarejo de Chipping Cleghorn, um anúncio de jornal muda a vida da comunidade, ao convidar os leitores para presenciar um homicídio. Para resolver o mistério, Miss Marple entra em ação. Por trás de sua aparência de uma tradicional dama inglesa, ela mostra um grande conhecimento do ser humano e de sua capacidade de cometer crimes violentos.
Convite para um homicídio, de Agatha Christie. Editora L&PM, 304 páginas, R$ 19,00

Eu indico //

Dentro da literatura ligada à causa LGBT, gosto muito dos títulos de Oscar Wilde, e particularmente do livro O poço da solidão, de Radclyff Hall. Ainda nessa linha, estou lendo o Homossilábicas, uma reunião de textos publicada pela editora Escândalo.
João W. Nery é escritor

Bastidores //

Bolaño
O escritor mexicano residente no Brasil Juan Pablo Villalobos estreou coluna do Blog da Companhia das Letras (www.blogdacia.com.br) com texto que tenta responder a seguinte pergunta: “por que gostamos tanto de Roberto Bolaño?”. Villalobos lançou no mês de fevereiro, pela mesma editora do chileno no Brasil, o festejado livro Festa no covil.

Novela policial
Traduzir clássicos que seguiam inéditos no Brasil é o objetivo da série Fanfarrões, libertinas & outros heróis, da editora Civilização Brasileira. O primeiro lançamento é o saboroso A senhorita de Scuderi (1820), de E.T.A. Hoffmann, considerada a primeira novela policial da literatura alemã. O curioso é o perfil da personagem principal, que investiga uma onda de crimes contra a nobreza: uma escritora de 73 anos.

Psicanálise
O projeto Frentes da Psicanálise volta com o tema Psicanálise e literatura - aproximações essenciais, no próximo sábado (10), às 17h, no auditório da Livraria Jaqueira. Participam os debatedores Carlos Santos e Verluce Ferraz.

Caio Fernando Abreu
No último dia 25 a Associação Amigos do Caio Fernando Abreu lançou o site oficial do escritor (www.caiofernandoabreu.com). O endereço reúne bibliografia acadêmica e literária; galeria de fotos, imagens e arquivos de som.

Ranking //

1. O festim dos corvos, de George R. R. Martin
2. O x da questão, de Eike Batista
3. Um dia, de David Nicholls
4. Steve Jobs, de Walter Isaacson
5. O Cemitério de Praga, de Umberto Eco
6. Os homens que não amavam as mulheres, de Stieg Larsson
7. É tudo tão simples, de Danuza Leão
8. A privataria tucana, de Amaury Ribeiro Jr.
9. As esganadas, de Jô Soares
10. O monge e o executivo, de James Hunter


Edição do dia
viver - Clique na imagem para vê-la maior
Anteriores
Selecione a data do Diario que você deseja visualizar