Diario de Pernambuco

Quer ter barriga tanquinho? Aprenda o jeito certo de fazer abdominal
Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
26/08/2010 | 08h51 | Corpo

Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Imprimir

Abdominal. Imagem: Beto Magalhães/ EM/ D.A Press
Imagem: Beto Magalhães/ EM/ D.A Press
Abdominal. Imagem: Beto Magalhães/ EM/ D.A Press

Muito praticado por frequentadores de academia pessoas que fazem algum tipo de atividade física, o abdominal ajuda a definir e deixar a musculatura do abdômen mais forte e tonificada. O problema, no entanto, é que muitas pessoas acabam fazendo o exercício de forma errada, forçando o pescoço e a coluna de mais e trabalhando pouco o abdômen. Por isso, saiba como fazer o exercício de forma correta.

O abdominal deve ser feito sempre com as pernas flexionadas e com a coluna toda encostada no colchonete em que você está deitado. Não flexione o pescoço (você não deve deixar o queixo encostar na direção do seu peito), assim você evita forçar a região e provocar dores na região superior das costas (na região cervical).

O movimento é de flexão do seu abdômen e não do seu pescoço. Para iniciar você deve flexionar o abdômen (não desencoste do chão a região lombar: inferior das costas) e ao voltar não encoste os ombros e a cabeça no colchonete. Iniciantes devem fazer três séries de 15 repetições. Para alunos mais avançados, o recomendado são quatro séries de 18 a 25 repetições.

Lembre-se de respeitar o limite do seu corpo. Se o exercício estiver muito pesado e difícil de fazer, diminua as repetições. Quando começar a ficar fácil, vá aumentando aos poucos.

Mas consulte um médico e um profissional de educação física antes, para fazer uma avaliação e ver os abdominais adequados para você.

Tipos de exercícios abdominais

- Básico: Deite-se com as costas no chão, dobre os joelhos e coloque as mãos nas orelhas. Agora, com a zona lombar no solo e o abdômen contraído, eleve os ombros para frente. Lembre-se de manter o pescoço alinhado com a coluna. Depois volta a posição inicial lentamente.

- Inferiores: Deite-se de costas com as mãos por trás da cabeça e as pernas em extensão na vertical. Mantenha sempre os ombros e a cabeça no solo. Agora contraia o abdômen e incline as pernas e a pélvis em direção ao tórax. Pare quando os joelhos se aproximarem da cabeça (não os aproxime muito da cabeça). Volte à posição inicial lentamente.

- Oblíquos: Deite-se de costas com os joelhos flectidos, os pés pousados no solo e as mãos nas orelhas. Eleve um ombro e um cotovelo em direção ao joelho oposto. Lentamente volte à posição inicial. Para a próxima repetição eleve o outro ombro e o outro cotovelo. Depois trabalhe alternando os lados.

- Completo: Deite-se de costas, com as pernas para o ar e joelhos flexionados. Mantenha as mãos nas orelhas. Flexione as pernas e a pélvis em direção ao tórax e ao mesmo tempo avance os ombros. Lentamente retorne à posição inicial.

Do Portal Uai





Galeria de imagens
Veja a galeria do dia


BD

Imagens do Dia
Veja a galeria do dia
Roosewelt Pinheiro/ABr/D.A Press
Roosewelt Pinheiro/ABr/D.A Press
28|05|2012 - Supremo nega indenização a Cachoeira por declarações à imprensa

Leia a matéria


Outras notícias