Diario de Pernambuco

Trabalhador pode perder benefício se não sacar o PIS até 30 de junho
Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
06/06/2011 | 10h37 | Atenção

Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Imprimir

Os trabalhadores que ainda não sacaram o Abono Salarial do PIS 2010 vão perder o benefício se não retirarem o dinheiro até o dia 30 de junho, segundo informa a Caixa Econômica Federal. Para garanti que os trabalhadores saquem o benefício, o órgão está enviando mensagens de texto via celular, as chamadas SMS. Até a última sexta-feira, cerca de 14,935 mil abonos foram pagos, 93,95% do total.

O envio das mensagens é complementar à mala direta, carta enviada todo ano aos beneficiários do Abono Salarial PIS, com o objetivo de lembrá-los que têm direito de sacar o benefício. A mala direta com os clientes vai continuar.  Mais de 2,4 mil mensagens foram enviadas aos trabalhadores na última sexta-feira e, até a manhã desta sexta-feira, 1.362 pessoas sacaram o benefício, o que representa 55% do total de trabalhadores que receberam a mensagem.

O trabalhador que quiser saber se tem direito ou não ao benefício, pode consultar e esclarecer dúvidas pelo telefone 0800 726 0101 ou no site do órgão, pelo “Portal Você – PIS – Consulta o Pagamento”. Para cadastrar o número do celular no sistema da CAIXA, basta entrar no sítio www.caixa.gov.br – Portal “Você – FGTS – mensagens via celular” ou “Você – conta corrente pessoa física – mensagens via celular”.

Os trabalhadores podem retirar o abono salarial, ou os rendimentos do PIS, com o Cartão do Cidadão e a senha, nos terminais de autoatendimento, casas lotéricas e correspondentes, inclusive em fins de semana. Quem não tem o Cartão do Cidadão, deve procurar uma agência, levando documento de identidade e comprovante de inscrição no PIS. O valor do abono salarial é de até R$ 545,00.
Do Estado de Minas





HTML

Imagens do Dia
Veja a galeria do dia
Roosewelt Pinheiro/ABr/D.A Press
Roosewelt Pinheiro/ABr/D.A Press
28|05|2012 - Supremo nega indenização a Cachoeira por declarações à imprensa

Leia a matéria


Mais notícias