Diario de Pernambuco

Estelionatário preso com dinheiro e documentos falsos em Olinda
Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
23/08/2011 | 12h03 | Polícia

Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Imprimir

Assista ao vídeo
Estelionatário preso com dinheiro e documentos falsos em Olinda. Imagens: TV Clube/PE


Estelionatário preso com dinheiro e documentos falsos em Olinda. Imagem: Polícia Civil/ Divulgação
Imagem: Polícia Civil/ Divulgação
Estelionatário preso com dinheiro e documentos falsos em Olinda. Imagem: Polícia Civil/ Divulgação

A Delegacia do Turista anunciou hoje a prisão de um estelionatário com R$ 2.450 em notas falsas e vários documentos irregulares como identidades, contra-cheques e cédulas de RG em branco. Gildeone Pereira de Andrade, 39, foi detido na tarde de ontem em frente à casa onde morava, na rua Borboleta, no bairro de Jardim Fragoso, em Olinda.

Segundo a polícia, o suspeito vinha repassando as notas falsificadas de R$ 50 no comércio e no Aeroporto dos Guararapes, onde o fluxo de turista é intenso. A partir das queixas, a equipe de investigação da especializada iniciou as diligências há um mês. Uma informação indicou a residência do suspeito.

Ao ser detido, Gildeone se identificou usando um RG em nome de Jailson Pereira de Andrade. Os agentes desconfiaram da falsidade do documento e ele foi conduzido ao escritório onde trabalhava, localizado na Avenida Pan Nordestina. Lá, os policiais da Delegacia do Turista encontraram todo o material apreendido.

Gildeone guardava cartões de crédito e débito, cópias dos documentos de identidade e CPF de terceiros, cédulas de RG em branco, contra-cheques de empresas fantasmas e mais o valor de R$ 2.450 em notas falsas. Um computador também foi apreendido que deverá ser periciado pelo Instituto de Criminalística.

No Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), os policiais conseguiram identificar o verdadeiro nome do suspeito. Gildeone se apresentava com o nome do irmão Jailson Pereira de Andrade para despistar a polícia. Os investigadores também descobriram  que os dois já tinham passagens pela polícia. Jailson foi preso em 2006 por portar documento falso. Gildeone tem antecedentes criminais pelo crime de assalto. Ele foi autuado por uso de documento falso, falsidade ideológica e moeda falsa. O suspeito seguiu para o Centro de Triagem, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.    





Galeria de imagens
Veja a galeria do dia


HTML

Imagens do Dia
Veja a galeria do dia
Roosewelt Pinheiro/ABr/D.A Press
Roosewelt Pinheiro/ABr/D.A Press
28|05|2012 - Supremo nega indenização a Cachoeira por declarações à imprensa

Leia a matéria


Mais notícias